terça-feira, 25 de janeiro de 2011

O que eu também não entendo


Hoje as coisas estão difíceis!
Como é difícil sentir uma coisa por dentro e ter que esboçar o maior sorriso por fora!
Como é dificil ter que fazer um milhão de coisas completamente avessas,se tudo o que você quer é deitar na sua cama e chorar!Chorar!Chorar!Chorar!Abrir a boca a chorar e só parar quando cansar!Vencido pelo cansaço!Aliviado pela dor!Que paradoxal!
Todo mundo chora,todo mundo tem vontade de chorar!Bobo de quem não chora!
O choro acalma o coração e prepara-o para novos dias.Renova as forças e esperanças.Dá o direito de parar a quem já está cansado de caminhar.
Há dias em que as lágrimas é que assumem controle sobre nós,ao invés de nós as controlarmos.
Há dias em que só queremos um colo,um carinho,um abraço,uma palavra que diga que tudo vai ficar bem.Ou em que só queremos ficar sozinhos,com a gente mesmo.
Eu sei que à medida que amadurecemos,o que antes fazia a gente chorar,não faz mais,o que antes era motivo de medo e desespero se torna quase nada.Eu sei,eu sei.
Mas até amadurecermos,o caminho é longo e as lutas são árduas.
No meu caso,a esperança seguia à risca o ditado!Aliás,não seguia não! Ela nunca morria!
Mas hoje...Hoje eu a vejo ir,lentamente..Caminhando a passos bem lentos,mas ficando cada vez incrivelmente mais longe de mim.Como se ela desse uma corridinha a cada vez que eu piscasse.Como se ela não gostasse mais de mim, e quisesse,a todo custo,cair fora!Ir embora!
Pra mim,os sonhos sempre foram motivo de buscar,de correr atrás.Sempre me impulsionaram,mas agora..Agora as coisas estão diferentes!
Eu não sei o que mudou,onde mudou.Eu só sinto que mudou!
Antes os esforços davam resultados!
Estou ouvindo uma pessoa falar aqui que Deus sabe o que faz.Que quando é chegada sua hora todos os problemas se resolvem.Também acredito nisso.E é bom ouvir em conversas alheias coisas que servem para nós.É confortante,é Luz. Interpretem como quiserem.São livres para acreditar ou descareditar.Eu acredito.
As coisas estão diferentes.Parece que há uma trava,uma rede que não quer deixar seus emaranhados serem desfeitos.
Tá estranho.Tá complicado.
Estão acabando as opções.
E quer coisa pior que o fim das opções?
Quando o plano A dá errado,beleza!Tem o B.Quando o B dá errado,beleza!Tem o C.Mas quando o C começa a dar errado,a coisa muda de figura!As opções vão acabando.O estado de alerta vai tomando conta da gente.Fica tudo perdido.Simplesmente não tem mais pra onde correr.Você não tem mais o que fazer!E alguém pode imaginar algo pior que isso?
Às vezes,acho também,que o tamanho dos monstros depende do grau da lente de medo através da qual as pessoas os enxergam.
É...Sei lá....
Tá complicado.Tá estranho!
Mas tenho que viver e agradecer por poder viver.











Eu não era assim!Cadê aquela parte de mim?
Onde estou eu de antes?
Eu não quero ter que acreditar que agora vai ser assim...
Eu não quero ver ir a melhor parte de mim.
Me quero de volta!
Tô com saudades de mim!

2 comentários:

Ana Lú disse...

´´Ainda não conheço história de fracasso em pessoas que tenham acreditado em si e corrido atrás...``
Te amo, amiga! ;*

Jéssica Vieira disse...

Só uma palavra que diga que tudo vai ficar bem...